Post em Destaque

Iniciando com o FreeBSD

Acreditava que seria fácil fazer uma pequena apresentação sobre FreeBSD, mas acredito que muitos que chegaram até aqui ou os que ainda estão por vir, não serão tão “marinheiros de primeira viagem”. E que nesse início de trabalho possamos contar com a ajuda de todos vocês. Muito...

Leia mais...

Liberdade ou prisão?

Postado por gondim | Categoria FreeBSD, Software Livre, Tecnologia | Dia 30-05-2012

Tags:, ,

5

Hoje acordei e resolvi abordar algo que realmente sempre me irritou. Algumas pessoas que pregam a liberdade muitas das vezes distorcem o que é liberdade em prol do fanatismo que criaram em suas cabeças. Chega ao ponto de tentar obrigar algo à ser livre de determinada maneira. Porque se não for assim não será livre o suficiente.

Isso muito me lembra fatos religiosos, que não vou citar nomes mas, que vemos por aí o tempo todo onde a religião de fulano é a melhor porque é a certa e a do sicrano é a errada. Assim como na religião qualquer coisa que impomos estamos retirando a liberdade daquela pessoa de escolher. Mostrar e ajudar no caminho à seguir é uma forma de ajudar mas sem impor nada. No nosso mundo do software livre é a mesma coisa. Vejo muitas pessoas brigando entre si e afirmando que suas distribuições GNU/Linux são melhores, mais simples, mais tradicionais. Sempre as mesmas desculpas para as desavenças e para que tudo isso? Cada um gosta e usa o que quer. Qual o problema de uma pessoa gostar de usar um Microsoft Windows? Se ele tem dinheiro e quer pagar pela licença de uso então é a escolha dele, a liberdade que ele tem de decidir e nós como seres humanos deveríamos entender isso e respeitar.

O fato de ser pago e fechado não torna um programa ruim ou cheio de bugs. Todos os sistemas tem o seu valor e a sua aplicação. A Apple está aí para provar o quanto um sistema fechado e proprietário pode agradar à tanta gente no mundo. Ah! Mas o sistema da Apple é baseado em FreeBSD. Sim é sim mas muita coisa foram eles que desenvolveram e fecharam. Eu acho justo sim é existir opções livres para que as pessoas sem recursos possam usar e ter acesso à mesma tecnologia.

Liberdade na Informação deveria ser um direito de todos, da humanidade.

Eu citei distribuições GNU/Linux como exemplo mas são só um exemplo de muitos. Se formos mais à fundo e analisarmos o caso da licença GPL v3 na qual os novos compiladores GCC à partir da versão > 4.2, estão incorporando. Qualquer programa compilado com o GCC licenciado na GPL v3 está sujeito às regras impostas por esta licença e isso não está agradando muita gente, inclusive ao Linus Torvalds. Devido à isso, muitos projetos estão ajudando e migrando para o uso do Clang/LLVM (licença BSD) com o intuito de abandonar o GCC.

Imagine que se você compilar um programa usando um compilador GCC com licença GPL v3 seu programa automaticamente passa à adotar a GPL v3 como sua licença e fica obrigado à seguir suas regras. Bem, como muitos dizem isso foi um tiro no pé para o Richard Stallman. Agora o Clang/LLVM passa à ser o grande objetivo e todo esforço está sendo colocado para que no FreeBSD 10.0 tanto o sistema quanto os ports possam ser 100% compiláveis com o Clang. Atualmente, para a comunidade FreeBSD, qualquer programa que não possa ser compilado com o Clang possui um bug e precisa ser corrigido o quanto antes.

Na minha visão a GPL v3 vai de contra qualquer coisa que se diga livre e a jogada do Stallman era a de querer obrigar à todos que aceitassem a GPL v3 mudando a licença de um dos maiores compiladores livres que tínhamos.

Tudo isso é notícia velha e já acontece faz um bom tempo mas é sempre bom relembrar.

“O homem livre é um lutador e a liberdade é algo que se conquista”
Nietzche

Share Button

Comments (5)

Muito bem colocadas suas palavras! Eu sou eclético, no meu ambiente uso de tudo, e uso oque achar melhor usar conforme cada necessidade sem se prender a rótulos!
Parabéns!

Obrigado pelo elogio e espero que esteja gostando do blog.

Grande abraço.

São opiniões e análises como esta que diferenciam quem realmente entende de TI.

Grande Gondim,

Mais uma vez contribuindo com o seu entendimento e experiência.

Forte abraço,

Att,

Ricardo Tweeg

Concordo 101% com você. Acho uma idiotice usuários e adeptos do software livre taxarem os grandes fabricantes de software. Ora veja que a MS, IBM, Oracle trouxeram e trazem grandes contribuições para toda a comunidade e na maioria das vezes sem custo algum.

Write a comment

*