Post em Destaque

FreeBSD + OpenBGP + PTT – dicas úteis

Olá povo  🙂  venho nesse post passar algumas dicas úteis para quem possui router FreeBSD rodando OpenBGP e está tentando fechar um peering com o PTT (Ponto de Troca de Tráfego), que no meu caso foi com o PTT-SP. Se você não sabe o que é um PTT então esse post não lhe será útil.  🙂 Vamos...

Leia mais...

Feliz Natal e fechando com dica do fsck automático

Postado por gondim | Categoria Dicas, FreeBSD | Dia 24-12-2012

Tags:

4

Gostaria de desejar, em nome de todos da BSDInfo, um feliz Natal para todos os leitores do nosso blog. Que a paz e muita saúde estejam com vocês e esperamos fazer mais em 2013.

Aproveitando deixo aqui uma pequena dica para quem tem servidores à distância. Pode ocorrer em algum momento a necessidade de um fsck no sistema. Mas o que fazer quando o sistema re-inicia e entra no modo single user para fazer um fsck manualmente? Bem nessa altura do campeonato você perdeu acesso remoto e ficou desesperado.

Quanto à isso não há muito o que fazer quando o problema acontece, mas você pode tentar evitar essa dor de cabeça adicionando uma simples linha em /etc/rc.conf:

fsck_y_enable=”YES”

Isso vai fazer com que em caso de pane e o sistema re-iniciar necessitando de um fsck, essa já faça com yes automaticamente sem a necessidade de intervenção manual. Isso poderá salvar vidas.  🙂

oh oh oh Feliz Natal pra todos!

Share Button

Comments (4)

Grande Gondim.

Valeu mesmo.
Essa dica vai ajudar.

Um grande natal e um 2013 cheio de realizações pra você e família meu amigo.

Forte abraço.

Att,

Ricardo Tweeg

Wow! This can be one particular of the most useful blogs We have ever arrive across on this subject. Basically Great. I’m also a specialist in this topic so I can understand your effort.

Gondim, uma dúvida.

Mesmo usando UFS com soft-updates habilitado ainda existe a necessidade de fsck em caso de pane no sistema? Eu li que o soft-updates miniminiza bastante esta possibilidade.

Olá Paulo,

Minimiza sim e muito mas já peguei casos de panic que após o reboot caía na obrigação de um fsck. Nesse caso se for acesso remoto seria problemático já que entraria em single user.

Write a comment

*