outubro, 2012 | BSD INFO

Post em Destaque

Repositório de Snapshots regulares do FreeBSD

Glen Garber mantém não oficialmente um repositório de snapshots de imagens (.ISO) e arquivos do FreeBSD 10.0 (HEAD) e FreeBSD 9.1. Isso facilita bastante para quem precisa de uma imagem do sistema mais atualizada. Algumas pessoas nas listas oficiais (freebsd-stable e freebsd-current) comentaram que...

Leia mais...

FreeBSD no Google Code-In 2012

Posted by gondim | Posted in FreeBSD, Software Livre, Tecnologia | Posted on 16-10-2012

Tags:

0

O FreeBSD participou do Google Code-In de 2011 e um dos bons frutos foi que o projeto ganhou mais um desenvolvedor. Esse ano pretende-se fazer o mesmo. Por isso qualquer hacker entre 13 e 17 anos está convidado à ajudar o FreeBSD nessa empreitada e também é um excelente evento para o aprendizado dos jovem hackers.  🙂

Já temos 25 propostas segundo o e-mail que recebi mas precisamos de pelo menos 100. Abaixo o e-mail na íntegra com informações para quem quiser participar:

Hello,

Last year FreeBSD qualified for Google Code-In 2011 event--contest for
youngest open-source hackers in 13-17yr age range:

	http://www.google-melange.com/gci/homepage/google/gci2012

It was successful. We gained one more FreeBSD developer thanks to that
(Isabell Long) We're pondering participating in the contest this year as
well.

For now we only have 25 ideas. We need at least 100.

I felt all members of the FreeBSD community should help, so please submit
your own Google Code-In 2012 ideas here:

	http://www.emailmeform.com/builder/form/4aU93Obxo4NYdVAgb1

Examples of previously completed tasks:

	http://wiki.freebsd.org/GoogleCodeIn/2011Tasks

Those of you who have Wiki access, please spent 2 more minutes and submit
straight to Wiki:

	http://wiki.freebsd.org/GoogleCodeIn/2012Tasks

A discussão sobre o evento está acontecendo na lista: [email protected] 
A lista pode ser assinada aqui.

Sucesso pra todos!
Share Button

BSD Magazine – Mês de Outubro

Posted by gondim | Posted in Dicas, FreeBSD, Segurança, Software Livre, Tecnologia | Posted on 14-10-2012

Tags:,

0

BSD Magazine é uma revista mensal de excelente qualidade técnica, visual e gratuita para todo e qualquer profissional que queira ficar bem informado sobre tecnologia e informação utilizando BSD e outros Softwares Livres.

A revista encontra-se em idioma Inglês e para baixá-la basta informar o seu e-mail e clicar para baixar. Todas as outras edições anteriores também podem ser baixadas. Seu formato está em pdf.

Conteúdo:

  • VX ConnectBot: Open Source SSH Client for Android Devices
  • Installing Xfce Desktop Environment on OpenBSD 5.1
  • Browse the Internet Differently
  • FreeBSD Enterprise Search with Apache Solr (Part 2)
  • PostgreSQL: Indexes
  • Unix IPC with FIFOs
  • Capture Session Data with Argus on FreeBSD
  • Securing your Family with pfSense and IPSec
  • Installation and Setup of the Halon Virtual Security Router

Bsd_10_2012_cover

Share Button

FreeBSD – CURRENT, RELEASE ou STABLE?

Posted by gondim | Posted in FreeBSD, Software Livre | Posted on 14-10-2012

Tags:, ,

8

Algumas pessoas ficam na dúvida sobre esse assunto, principalmente quando associam stable com estável e não é bem assim. O objetivo deste post é esclarecer alguns pontos importantes sobre essas versões:

Quando falamos em CURRENT, estamos falando da árvore de desenvolvimento da versão mais recente do FreeBSD que é a versão 10.0 atualmente. Essa versão possui os drivers mais recentes que ainda estão sendo testados, novas tecnologias e qualquer outra grande mudança que venha acontecer.

Quando a CURRENT está bem testada e quando o core team do FreeBSD acha que está pronta, uma nova major release da versão é lançada. Normalmente isso leva um pouco mais de 2 anos em média. Os major releases são por exemplo: 1.0, 2.0, 3.0, 4.0… atualmente 9.0. Dentro dos major releases temos os minor releases que são lançados em bem menos tempo para fins de correções de bugs e melhorias daquela RELEASE. Um exemplo seria o RELEASE 9.0 e que em breve teremos o RELEASE 9.1. A versão 9.1 seria uma minor release com o objetivo de trazer mais estabilidade e melhorias ao sistema que foi lançado na versão 9.0.

As versões RELEASE são realmente as consideradas estáveis e prontas para uso. Nessa etapa são geradas ISOs das plataformas suportadas que são: amd64, i386, ia64, powerpc, powerpc64, sparc64 e pc98. Releases atualmente em uso: FreeBSD 7.4-RELEASE, 8.3-RELEASE e 9.0-RELEASE.

Após o lançamento de uma RELEASE o trabalho não pára e é criado um novo ramo na árvore chamado STABLE. Nesse ramo são colocados correções de bugs, atualizações de segurança e novidades testadas e aprovadas para serem incluídas na STABLE. Reparem que o nome STABLE não quer dizer que seja 100% estável devido à essas implementações. Na maioria das vezes é uma excelente opção quando, por exemplo, um determinado driver lançado na RELEASE apresenta algum funcionamento ruim ou não esperado em certos ambientes. Provavelmente em uma atualização para STABLE esse problema poderá ser resolvido.

Eu particularmente gosto de utilizar o STABLE em meus servidores e só atualizo o STABLE se houver realmente a necessidade. O STABLE não é uma ISO que se possa baixar e instalar o sistema, pelo menos não oficialmente. Para se ter um sistema em STABLE é necessário instalar uma RELEASE e à partir dela, baixar os fontes certos via cvs ou svn, recompilar todo o sistema (world e kernel) e instalá-los.

Ficar somente no RELEASE também não é seguro porque não são feitas as atualizações de segurança diretamente nele. Pra isso existe um nível maior ainda na árvore. Vamos supor que eu tenha instalado no meu servidor um FreeBSD 9.0-RELEASE e queira apenas manter ele atualizado em questões de segurança, nesse caso também precisarei baixar os fontes via cvs ou svn. Usando o csup e configurando a tag de um supfile para RELENG_9_0, por exemplo, estaremos baixando os novos fontes com apenas os patches de segurança, sem qualquer novidade que possa trazer alguma instabilidade. Depois que compilar e instalar esse RELENG_9_0 ficarei com um sistema assim: 9.0-RELEASE-p4 que quer dizer que estarei usando o RELEASE 9.0 mas com a quarta atualização de patches de segurança. Veja bem, não é a STABLE que estarei usando.

Ultimamente estamos tendo também ISOs de release candidate como é o caso do 9.1-RC1 e 9.1-RC2. Estas ISOs ajudam nos testes finais pois permitem que possamos não só testar o sistema instalado mas também testar a instalação destes em diversos ambientes e poder postar os problemas encontrados nas listas. Desta maneira ajudamos a equipe de desenvolvimento à lançar um produto final muito mais estável e confiável.

Mais sobre o andamento da release 9.1 que está para sair pode ser lida aqui.

O objetivo deste post era tentar explicar as diferenças entre CURRENT, RELEASE e STABLE e não como implementá-los em ambiente de produção e/ou de testes.

Espero que tenham gostado. Se esqueci de algo ou me enganei em algum ponto deixe-me saber.

Share Button

FreeBSD 9.1 terá RC3

Posted by gondim | Posted in FreeBSD, Software Livre | Posted on 10-10-2012

Tags:

1

Recebi por e-mail informações que não será ainda lançado o FreeBSD 9.1-RELEASE. Teremos ainda pela frente um RC3 pelo menos. Abaixo as informações na íntegra:

The second release candidate of the 9.1-RELEASE release cycle is now
available on the FTP servers for amd64, i386, ia64, powerpc, and
powerpc64.  The MD5/SHA256 checksums are at the bottom of this message.
The ISO images and, for architectures that support it, the memory stick
images are available here:

  ftp://ftp.freebsd.org/pub/FreeBSD/releases/ISO-IMAGES/9.1/

(or any of the FreeBSD mirror sites).

A third RC build has been decided on, currently scheduled for a week
from now.  The release builds themselves will begin about a week after
RC3.  The current target schedule has been updated:

  http://www.freebsd.org/releases/9.1R/schedule.html

If you notice any problems you can report them through the normal Gnats
PR system or here on the -stable mailing list.

There was enough "community push-back" from the decision to not export
the 9.1 release branch activity to CVS that the decision has been
reversed.  A firm decision has been made that 10.X release activity will
not be exported to CVS.  It hasn't been decided yet if the upcoming 8.X
and/or 9.X (past 9.1) release activity will be exported.  More
information about that will get posted as decisions get made.

If you want to do a source-based update to an existing system using SVN
the branch to use is releng/9.1.  If you would like to use CVS instead
use RELENG_9_1.

The freebsd-update(8) utility supports binary upgrades of i386 and amd64 
systems running earlier FreeBSD releases.  Systems running 9.0-RELEASE,
9.1-BETA1, or 9.1-RC1 can upgrade as follows:

# freebsd-update upgrade -r 9.1-RC2

During this process, FreeBSD Update may ask the user to help by merging 
some configuration files or by confirming that the automatically performed
merging was done correctly.

# freebsd-update install

The system must be rebooted with the newly installed kernel before 
continuing.

# shutdown -r now

After rebooting, freebsd-update needs to be run again to install the new 
userland components, and the system needs to be rebooted again:

# freebsd-update install
# shutdown -r now

Users of earlier FreeBSD releases (FreeBSD 7.X, 8.X) can also use
freebsd-update to upgrade to FreeBSD 9.1-RC2, but will be prompted to
rebuild all third-party applications (e.g., anything installed from the
ports tree) after the second invocation of "freebsd-update install", in
order to handle differences in the system libraries between FreeBSD 7.X
or FreeBSD 8.X and FreeBSD 9.X.

Checksums:

 

MD5 (FreeBSD-9.1-RC2-amd64-bootonly.iso) = bacba310a6387a8d64df8178aa9d1de0

MD5 (FreeBSD-9.1-RC2-amd64-memstick.img) = 1e539c978e49d4115fa48851e148e156

MD5 (FreeBSD-9.1-RC2-amd64-disc1.iso) = e4c61498e58fec93744b248f17573bc6

 

MD5 (FreeBSD-9.1-RC2-i386-bootonly.iso) = 9d839532595355511b62359f02be68ad

MD5 (FreeBSD-9.1-RC2-i386-memstick.img) = f44f9c00fec04c7544a401b62e653249

MD5 (FreeBSD-9.1-RC2-i386-disc1.iso) = ad17598b8a1f9e048bf496ce34b6d8be

 

MD5 (FreeBSD-9.1-RC2-ia64-bootonly.iso) = 8a70c60bea27fb81ae66e518283eec8d

MD5 (FreeBSD-9.1-RC2-ia64-memstick) = 0be81103f6aa4d8becba2f341370e5a2

MD5 (FreeBSD-9.1-RC2-ia64-release.iso) = 2546fc2d11c7b3d5031ed285146dc815

 

MD5 (FreeBSD-9.1-RC2-powerpc-bootonly.iso) = 5678929dd41181e52cd5da1389be05d1

MD5 (FreeBSD-9.1-RC2-powerpc-memstick) = bc681cda1d4e49e0288f27bd616130b7

MD5 (FreeBSD-9.1-RC2-powerpc-release.iso) = eb5ac93ad8befc567e03e8ce58051cdd

 

MD5 (FreeBSD-9.1-RC2-powerpc64-bootonly.iso) = a035c65d8268e5d8b32f8d84ca266588

MD5 (FreeBSD-9.1-RC2-powerpc64-memstick) = b6dcfb14de1b835e582253eb179a7072

MD5 (FreeBSD-9.1-RC2-powerpc64-release.iso) = 9bd3bddaaab25948fea3c3957f889414

 

SHA256 (FreeBSD-9.1-RC2-amd64-bootonly.iso) = 8cb69eedc8d2bd493b4acb6df2092865047ce4475f4142ba227b8cb4ab3754ad

SHA256 (FreeBSD-9.1-RC2-amd64-memstick.img) = 4d552c2f2641ddfebe158427460785d3e0b184e603ef01f433579004d26dd54c

SHA256 (FreeBSD-9.1-RC2-amd64-disc1.iso) = 6b874d20c909a4a53d8eaa8aa3c1316a957a27406265ca83e9399daa42271177

 

SHA256 (FreeBSD-9.1-RC2-i386-bootonly.iso) = f0df7bc32ffb973f7f269c3097fd223de7f6832ee7d77aadae91e3b42de61a10

SHA256 (FreeBSD-9.1-RC2-i386-memstick.img) = d8e2a686d69c4c3cbaff8bb4e8324f9c66ad3b563bf48e163e8f91be75ebb3b4

SHA256 (FreeBSD-9.1-RC2-i386-disc1.iso) = 165e342d89f57bdd06f24b4f8bdc0b45b1eec4e5bbde52b6fd5dbabeae290cf6

 

SHA256 (FreeBSD-9.1-RC2-ia64-bootonly.iso) = c9e730b1bdc7bd9b2a51ac860456bb98c6a06cba58e3a604fcb30e2dc991731d

SHA256 (FreeBSD-9.1-RC2-ia64-memstick) = df5622b66575a3bd4bf2d878569dc2b0d1b8bf5cab1596c3632f19da048aa774

SHA256 (FreeBSD-9.1-RC2-ia64-release.iso) = 11a48342921fbff0abb7bab0cd9b32838036dda09c0383c6fea34d679768dd49

 

SHA256 (FreeBSD-9.1-RC2-powerpc-bootonly.iso) = b3462a7fc55adcf7e00bb3ef0d8f4a2a6c2e9b44329d4a6c823a1cf1394521ae

SHA256 (FreeBSD-9.1-RC2-powerpc-memstick) = 6a42285f71c8359aac931c28958ade49c0677bf6a350f285646a86c02584a266

SHA256 (FreeBSD-9.1-RC2-powerpc-release.iso) = 3ebb722b9a17e8facf5378cb6026670da583b2b42ba08be6d0d74e3ad658096d

 

SHA256 (FreeBSD-9.1-RC2-powerpc64-bootonly.iso) = 6fe6c7abf12bf6eafbefb4db03d2dcccd6af6bbd12311da1cf4fd821d4965219

SHA256 (FreeBSD-9.1-RC2-powerpc64-memstick) = 3218173781294b089a10ec65386ac140a78c7a9908e0912fe88ffc2df3317a66

SHA256 (FreeBSD-9.1-RC2-powerpc64-release.iso) = 03659f3493a79519ad31d8e19c4ac50755e58c573f9596244284b2d7ff70cc42

 

Share Button

Gravar a Área de Trabalho

Posted by Otacílio | Posted in Dicas, FreeBSD | Posted on 07-10-2012

Tags:, , ,

0

 

Olá

Este é um post simples, mas com uma dica bem útil para quem gosta de fazer tutoriais ou que, por qualquer outro motivo, deseje gravar a área de trabalho enquanto utiliza o seu sistema FreeBSD (deve funcionar com outros unix-like também). Para capturar a área de trabalho não é necessário nenhum aplicativo com interface gráfica complexa, basta utilizar o ffmpeg para isso.

Da página de manual do ffmpeg tem-se que:

"ffmpeg is a very fast video and audio converter that can also grab from a live audio/video source. "

É exatamente esta característica de capturar o vídeo de uma outra fonte “ao vivo” que pode-se utilizar para capturar a tela.

Antes de começar, obviamente é necessário instalar o ffmpeg. Na árvore do ports ele encontra-se em

multimedia/ffmpeg

A instalação deve ser feita com suporte a X11GRAB.  Utilize um make config dentro da pasta do ffmpeg para realizar a configuração da instalação. Para referência, esta é a configuração de uma instalação em que este recurso está funcionando.



===> The following configuration options are available for ffmpeg-0.7.13_6,1:
AACPLUS=off: AAC support via libaacplus
ALSA=off: ALSA audio architecture support
AMR_NB=off: AMR Narrow Band audio support (opencore)
AMR_WB=off: AMR Wide Band audio support (opencore)
CELT=off: CELT audio codec support
DEBUG=off: Install debug symbols
DIRAC=on: Dirac support via libdirac
FAAC=on: FAAC AAC encoder support
FFSERVER=on: Build and install ffserver
FREETYPE=on: TrueType font rendering support
FREI0R=on: Frei0r video plugins support
GSM=on: GSM codec support
LAME=on: LAME MP3 encoder support
OPENCV=on: OpenCV support
OPENJPEG=on: Enhanced JPEG graphics support
OPTIMIZED_CFLAGS=off: Use extra compiler optimizations
RTMP=off: RTMP protocol support via librtmp
SCHROEDINGER=off: Dirac support via libschroedinger
SDL=on: Simple Direct Media Layer support
SPEEX=on: Speex audio format support
THEORA=on: Ogg Theora support
VAAPI=on: VAAPI (GPU video acceleration) support
VDPAU=off: VDPAU (GPU video acceleration) support
VORBIS=on: Ogg Vorbis audio codec support
VO_AACENC=off: AAC audio encoding via vo-aacenc
VO_AMRWBENC=off: AMR Wide Band encoding via vo-amrwbenc
VPX=on: VP8 video codec support
X11GRAB=on: Enable x11 grabbing
X264=on: H.264 video codec support via x264
XVID=on: Xvid MPEG-4 video codec support
===> Use 'make config' to modify these settings

O comando make install realiza a instalação do pacote.


Sempre antes de realizar a captura da tela deve-se checar as configurações do mixer caso deseje-se também o audio na gravação. Pode-se utilizar o comando mixer para isso. Como exemplo, esses são os parâmetros de um sistema onde a gravação com áudio está funcionando:

[[email protected] ~]$ mixer
Mixer vol      is currently set to 100:100

Mixer pcm      is currently set to 100:100
Mixer speaker  is currently set to 100:100
Mixer mic      is currently set to  90:90
Mixer cd       is currently set to  75:75
Mixer mix      is currently set to  90:90
Mixer rec      is currently set to  90:90
Mixer igain    is currently set to  75:75
Recording source: mic

Um outro pacote que deve ser instalado é o x11/xdpyinfo, pois ele é que será utilizado para retornar o tamanho da área de trabalho.

Por fim, aqui está o script que deve ser salvo em um arquivo e depois adicionado a permissão de execução para o mesmo (chmod ugo+x nome_do_arquivo).


#!/bin/sh
if [ -f /var/tmp/$USER.gravatela.pid ]; then
    kill -TERM `cat /var/tmp/$USER.gravatela.pid`;
    rm -rf cat /var/tmp/$USER.gravatela.pid
else
    /usr/local/bin/ffmpeg -y -f oss -async 441 -ar 44100 -i /dev/dsp  -f x11grab -s `/usr/local/bin/xdpyinfo | /usr/bin/grep 'dimensions:'| /usr/bin/awk '{print $2}'` -r 40 -i :0.0 -qscale 0 /home/$USER/Desktop/Video.avi &
echo $! > /var/tmp/$USER.gravatela.pid
fi


O funcionamento do script é simples. Ele, a primeira vez que é executado, inicia a captura da área de trabalho e salva em um arquivo na pasta Desktop do usuário. Se executado novamente ele termina o processo de captura. Este script pode ser acionado por um atalho de teclas do Gnome, basta para isso que, no Gnome 2, o usuário vá em Sistema->Preferência->Atalhos de Teclado e adicione um atalho personalizado para o script.

 

Ps.: Obrigado ao usuário Carlos Eduardo G. Carvalho (Cartola) da lista FUG-BR por ter adicionado ao comando para capturar a tela os parâmetros para capturar o áudio também.

Share Button

Repositório de Snapshots regulares do FreeBSD

Posted by gondim | Posted in Dicas, FreeBSD, Software Livre | Posted on 06-10-2012

Tags:

12

Glen Garber mantém não oficialmente um repositório de snapshots de imagens (.ISO) e arquivos do FreeBSD 10.0 (HEAD) e FreeBSD 9.1. Isso facilita bastante para quem precisa de uma imagem do sistema mais atualizada.

Algumas pessoas nas listas oficiais (freebsd-stable e freebsd-current) comentaram que isso deveria ser oficial mas por enquanto não é e não se sabe se um dia será. O importante é que alguém pensou em ajudar e agora está aí, disponível para a comunidade.

Parabéns Glen Garber!

O link do Glen é este aqui.

Apareceu um novo link na lista que mantém muito mais ISOs e arquivos de várias arquiteturas.

Share Button